10 anos de GEVE: 60º encontro! Venha celebrar conosco no dia 4 de dezembro

Voluntariado de Causas:  conhecendo diferentes possibilidades para uma atuação consciente

Encontro comemorativo dos 10 anos do GEVE – Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial.

convite 4 de dezembro

Será o 60º encontro e por isso faremos uma edição comemorativa, reunindo 7 especialistas de diferentes áreas para um painel e debate com participação do público.

Sobre os painelistas:

JP Polo é Secretário Adjunto do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e desenvolve projetos e programas sobre o tema na Txai Consultoria e Educação.

Natalia Kelbert é fundadora e presidente do Amigo Não se Compra, um site através do qual mais de 5 mil animais abandonados do Brasil inteiro já conseguiram um lar.

Edson Cabral tem 30 anos de atuação com direitos da criança e do adolescente. É associado do NECA e Diretor Executivo da Rompenuve Direitos Humanos.

Bianca Beltrami trabalha há 5 anos na ASID Brasil atuando em projetos de desenvolvimento local, diversidade e inclusão e voluntariado corporativo com foco na pessoa com deficiência.

Marcelo Haydu é co-fundador e diretor executivo do Instituto Adus, que apoia refugiados e solicitantes de refúgio em seu processo de integração na cidade de São Paulo.

Cristiane Felipe é membro do Comitê 60+ do Mulheres do Brasil e Especialista em Envelhecimento da Liga Solidaria.

Mariana Brunini é co-fundadora do Famílias pelo Clima, movimento global ligado ao Parents for Future e Fridays for Future.

Anote na agenda:

Data: 4 de dezembro de 2019    das 8:30 às 12:30

Local: WeWork Nações Unidas: Av. Nações Unidas, 14.261 – sala 24F

Atenção! Por ser uma edição comemorativa, o local do encontro será excepcionalmente no auditório da WeWork Nações Unidas.

INSCRIÇÃO GRATUITA:

https://mailchi.mp/cd2b22c4fb64/geve-4-dezembro-2019

Voluntariado Empresarial no BISC 2019

A Comunitas apresenta o novo perfil do investimento social corporativo brasileiro, com o lançamento da 12ª edição do relatório Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC) – valiosa ferramenta que orienta a gestão social corporativa.

20191018_103656

Em 2019, a pesquisa abrangeu um universo de 254 empresas e 17 institutos e fundações empresariais. Além do novo cenário do investimento social, um capítulo especial do BISC foi dedicado à análise das relações entre os investimentos sociais e a promoção dos direitos humanos – uma dimensão até então pouco explorada em estudos sobre o tema e essencial, para a desejada construção de uma sociedade mais justa e inclusiva.

A abertura do encontro foi realizada pela diretora da Comunitas, Patricia Loyola, e a apresentação dos dados fica por conta da coordenadora da pesquisa BISC, Anna Peliano.

Para o lançamento, a Comunitas convidou especialistas renomados para debater as expectativas e desafios para o investimento social corporativo. A roda de conversa é composta por Rosa Maria Fischer, do Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor (CEATS-FEAUSP) e  conselheira da Comunitas; Fernando Nogueira, da FGV-EAESP; Aron Belinky, coordenador da pesquisa ISE (B3); Lívia Menezes Pagotto, gerente de Conhecimento e Advocacy do Instituto Arapyaú; Bruno Barroso, Cofundador do Nexo Investimentos Sociais e do Prosas; e Silvia Naccache, do Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial (GEVE).

 

IMG_20191018_133453_555

Novidade: plataforma digital sobre investimento social corporativo

https://bisc.org.br/bisc-2019/os-desafios-dos-programas-de-voluntariado/

 

Junto com o BISC 2019, a Comunitas lança uma plataforma de conteúdos sobre investimento social corporativo. No local, o público tem acesso à novidades e informações referentes ao campo de responsabilidade social, além de poder visualizar os dados e gráficos mais atuais do BISC. O visitante também pode participar da ferramenta enviando materiais como artigos e boas práticas sobre o tema.

Os integrantes do Grupo BISC ainda contam com mais uma novidade em 2019: a transição da pesquisa para uma plataforma digital completa que pode ser utilizada por toda a rede para comparação de dados em tempo real.

Isso somente é possível porque a permanência da empresa no BISC viabiliza a construção de séries históricas. O acompanhamento em médio e longo viabiliza o aprofundamento da empresa em sua própria realidade, potencializa o aprimoramento de suas práticas e potencializa a sua capacidade de prever os rumos do Investimento Social. Assim o BISC fornece muito mais do que uma fotografia momentânea da realidade do Investimento Social da sua organização.

Indice de Solidariedade celebra 10 anos

O Índice de Solidariedade ou Giving Index em 2019  celebra 10 anos. O World Giving Index, estudo global com 10 anos realizado junto a 1,3 milhão de pessoas em 126 países revela que, apesar do fortalecimento da cultura de doação, vem sendo registrada uma tendência de queda neste comportamento, principalmente em alguns dos lugares mais ricos do mundo, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda e Holanda.

 

Esta edição do Ranking Global de Solidariedade, que celebra uma década de coleta de dados, foi produzida pela Charities Aid Foundation (CAF), instituição com sede no Reino Unido, e que no Brasil é representada pelo IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.  O Brasil nesses 10 anos aparece na posição 74 entre 126 países.

 

Com 16% da população fazendo voluntariado.

20191015_094818

Confira o relatório:

WGI_2019_REPORT_2712A_WEB_101019 10 anos

No Brasil o IDIS é o responsável pelo Índice de Solidariedade, promovido nos últimos 10 anos pela CAF.

20191015_100937

O levantamento, encomendado ao Instituto Gallup, analisou dados agregados de cada país ao longo de 10 anos (2009-2018) e tem como base respostas de três perguntas:

1) se o entrevistado ajudou um desconhecido,

2) se contribuiu financeiramente para organizações da sociedade civil e

3) se doou tempo como voluntário para uma organização.  

Sete dos dez países mais solidários estão entre os mais ricos do mundo, com os Estados Unidos na liderança, mas a lista dos dez primeiros também inclui nações menos ricas, como Mianmar (2º lugar), Sri Lanka (9º. Lugar) e Indonésia (10º lugar). A Nova Zelândia (3º lugar) é o único país que aparece no top 10 das três perguntas, ajudando um desconhecido, contribuindo financeiramente para uma ONG e doando tempo como voluntário.

 

O relatório identificou ainda os 10 países mais solidários ao longo da década, juntamente com os 10 menos generosos e os que tiveram a melhor e a pior performance no período. Indonésia, Quênia, Singapura, Malásia, Iraque, África do Sul, Haiti, Ruanda, Bósnia e Emirados Árabes foram os países que mais cresceram no Ranking. Já Polônia, Turcomenistão, Filipinas, Letônia, República Tcheca, Azerbaijão, Mauritânia, Camboja, Afeganistão e Marrocos os que mais caíram.

A América do Sul apresenta um quadro com múltiplas tendências, com um número considerável de países onde os entrevistados afirmam ajudar um desconhecido – isso acontece inclusive em países que sofreram ​​conflitos e crises recentes, como Venezuela e Equador. Quanto ao Brasil, apareceu na posição 74 no ranking global, e no 8o lugar entre as noções da América do Sul + México. A ajuda a desconhecidos foi a variável de melhor desempenho no país, que revelou apenas 28% da população envolvida em uma ou mais ação solidária.

RESERVE A DATA: 4 de dezembro

Em dezembro celebramos  10 anos de Grupo de Voluntariado Empresarial e no dia 4 teremos o nosso 60 encontro!

2019 4 de dezembro RESERVE A DATA

  1. 2019 Causas e o Voluntariado Empresarial
  2. Comunicação e Marketing nos Programas de Voluntariado Empresarial
  3. Voluntariado Empresarial mundo afora: um panorama do que está rolando
  4. Voluntariado Empresarial maximizando impactos do investimento social privado
  5. Futurismo e Inovação também no Voluntariado
  6. Como planejar seu Programa de Voluntariado de forma efetiva
  7. 2018 Voluntariado no Mundo – panorama de tendências internacionais para quem quer inovar em seu Programa de Voluntariado Empresarial
  8. Como o voluntariado empresarial pode contribuir com as questões raciais?
  9. Investimento Social e Voluntariado Empresarial caminhando juntos
  10. Debate investimento cidadania e voluntariado empresarial no Congresso GIFE
  11. O desafio da gestão do Tempo do Voluntariado”
  12. Gênero e Voluntariado: a mulher no foco
  13. 2017 Voluntários: como atrair os “não convertidos“ ou “desengajados”
  14. Desenvolvendo a colaboração entre Voluntários
  15. ODS e voluntariado na prática
  16. Desmistificando a dificuldade em avaliar os programas de voluntariado
  17. Governança no Voluntariado Empresarial: existe um modelo ideal?
  18. Voluntariado Empresarial quebrando paradigmas e disseminando temas direitos LGBT, ética e inclusão.
  19. 2016 Cenário do ano e o Voluntariado Empresarial: um panorama social e econômico: os números do investimento social no Brasil
  20. Gincanas, maratonas e premiações: ferramentas mobilizadoras nos Programas de Voluntariado Empresarial
  21. Engajar para o Voluntariado: pensando fora da caixa
  22. Voluntariado Empresarial e Valor Compartilhado
  23. Legado e aprendizados do Voluntariado dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio//2016
  24. Gamificação: os jogos e aplicativos nos Programas de Voluntariado Empresarial
  25. 2015 Inovação e tecnologia a favor da mobilização e do engajamento para causas.
  26. Sensibilização e engajamento de lideranças para o Voluntariado Empresarial”
  27. Voluntariado Empresarial –   Panorama internacional e oportunidades de ação voluntária nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
  28. Avaliação de Programas de Voluntariado Empresarial: Oportunidades e Desafios
  29. Competências e Responsabilidades de um Gestor de Voluntariado.
  30. O voluntariado transformando o ambiente corporativo.
  31. 2014 Como medir resultados? Indicadores e impacto no Voluntariado Empresarial
  32. O que NÃO FAZER em Comunicação do Voluntariado
  33. Cultura de Inovação do Voluntariado.
  34. Engajamento para filantropia, doação e voluntariado.
  35. Estratégias para o Planejamento do Programa de Voluntariado Empresarial”
  36. Voluntariado: Avaliação, Monitoramento e Impacto
  37. 2013 Olhares sobre o Voluntariado Empresarial
  38. Como o programa de voluntariado se integra ao investimento social privado e o complementa
  39. Árvore da Vida nos programas de Voluntariado Empresarial
  40. Dinâmicas Humanas, Comunicação e Relacionamento Interpessoal para fortalecimento do programa de Voluntariado Empresarial
  41. Diálogo sobre tendências, desafios e oportunidades de voluntariado empresarial
  42. Redes e Parcerias
  43. 2012 Pesquisa sobre voluntariado realizada pelo IBOPE Inteligência para Rede Brasil Voluntário
  44. O voluntariado segundo Mário Sérgio Cortella
  45. Premissas e Políticas dos Programas de Voluntariado Empresarial”
  46. Formação de Voluntários
  47. Sustentabilidade e Investimento nos programas de voluntariado empresariais
  48. Mobilização de pessoas para o voluntariado ong BRASIL
  49. 2011 Aspectos Jurídicos do Voluntariado Empresarial
  50. O uso das Mídias Sociais
  51. Formação de voluntários em Programas Corporativos
  52. Engajamento – Voluntários, lideranças e gestores
  53. Tendências do Voluntariado Empresarial
  54. Movimentos da Modernidade e o Voluntariado
  55. 2010 Diagnóstico nos Programas de Voluntariado
  56. Planejamento de Programas de Voluntariado Empresarial
  57. Monitoramento dos Programas de Voluntariado
  58. Indicadores e Metas para Voluntariado
  59. Avaliação dos programas de Voluntariado Empresarial
  60. 2009 Mesa de trabalho em dezembro: objetivos do Grupo de Estudos  é disponibilizar ferramentas, artigos, pesquisas, referências e  promover a troca de experiências.

Marketing e Comunicação no Voluntariado Empresarial: 2 de outubro

Dia 2 de outubro recebemos Rafael Medeiros no encontro do GEVE para falar de Marketing e Comunicação no Programas de Voluntariado Empresarial.

IMG-20191002-WA0023

Rafael Medeiros mobiliza e organiza programas de voluntariado. Começou a trabalhar com voluntariado empresarial em 2012 na IBM Brasil, em 2015 com voluntariado comunitário na Anistia Internacional. A partir de 2018 se tornou consultor na área, dando ênfase ao voluntariado como meio de implementação da Agenda 2030. Em 2018, criou o grupo Profissionais do Voluntariado, no LinkedIn, dedicado a pensar a profissão e a gestão. Em 2019, está lançando a plataforma voluntariar.blog.br, com foco em metodologias de programas. Rafael é graduado em Relações Internacionais, Mestre em Filosofia e Estudos de Gênero.  Tem 35 anos, e mora no Rio de Janeiro. medddeiros@gmail.com

Rafael Medeiros 02102019 GEVE MKt e Comunicação no Voluntariado Empresarial

IMG-20191002-WA0013

Apresentação GEVE e atividade de grupo

2019 Apresentação GEVE 2 de outubro

Você pode  ver e rever o registro do encontro no facebook:

https://www.facebook.com/GrupoVoluntariadoEmpresarial/

Próximo encontro do GEVE: Comunicação e Marketing no Voluntariado Empresarial

O próximo encontro do GEVE – Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial acontece no dia 2 de outubro.
Comunicação e Marketing no Voluntariado Empresarial, com Rafael Medeiros

Rafael Medeiros, consultor de Voluntariado Empresarial, irá compartilhar seus conhecimentos acumulados ao longo de 7 anos de atuação na área, sob a ótica da Comunicação e Marketing. Graduado em Relações Internacionais e mestre em Filosofia e Estudos de Gênero. Começou a trabalhar com voluntariado empresarial em 2012 na IBM Brasil, e em 2015 com voluntariado comunitário na Anistia Internacional. Atualmente é consultor em Voluntariado Empresarial com ênfase na implementação da Agenda 2030.

Inscreva-se:

https://mailchi.mp/57cba389f3d2/geve-2-outubro-2019?utm_source=Grupo+de+Estudos+de+Voluntariado+Empresarial&utm_campaign=5201466b9d-EMAIL_CAMPAIGN_2019_05_09_01_14_COPY_01&utm_medium=email&utm_term=0_a5c00ad296-5201466b9d-16966035

Tema do encontro: Comunicação e Marketing no Voluntariado Empresarial
Data: 2 de outubro de 2019
Horário: das 8:30 às 12:30
Local: WeWork Paulista: Avenida Paulista, 1374, 4º andar